Chrome 2.0 em fase experimental

Agora que o Chrome abandonou a versão beta, há um mês, a Google decidiu lançar a versão pré-beta 2.0 do browser, adicionando-lhe algumas melhorias face à edição anterior.

Entre as novas ferramentas, que aproximam o programa dos concorrentes Internet Explorer e Firefox, destacam-se a integração de zooms a páginas inteiras, controlos de ortografia e gramática, auto-scrolling e formulários de auto-preenchimento, entre outras melhorias.

Uma das novidades mais interessantes nesta pré-beta denomina-se “perfis” e permite que os utilizadores separem diferentes configurações do Chrome, incluindo favoritos, histórico e cookies em diferentes categorias para diferentes tipos de utilização. Na prática, isto permite que o utilizador possa criar dois acessos diferentes, um pessoa e um profissional, com dois atalhos no desktop e com homepages e configurações diferentes.

Nesta versão é ainda acrescentado o último WebKit de desenvolvimento, dando suporte a várias funções de CSS, é melhorada a velocidade do browser e dado suporte experimental aos scripts Greasemonkey. Por fim, o Chrome 2.0 introduz novos modos de navegação segura (https).

O que continua por alterar nesta versão é a incompatibilidade do software com Mac e Linux, algo que se espera ver resolvido até ao lançamento da versão final desta edição.

Fonte

Anúncios

About this entry