David Byrne em Portugal

O músico norte-americano David Byrne actua a 28 de Abril em Lisboa, no âmbito de uma digressão europeia para mostrar ao vivo o álbum «Everything that happens will happen today», que compôs com Brian Eno.

O concerto em Lisboa surge cinco anos após a sua última passagem por Portugal. E é o final de uma digressão de David Byrne pela Europa, que inclui 36 datas, a começar a 9 de Março na Alemanha.

Brian Eno não embarcou nesta digressão, mas no palco, David Byrne estará acompanhado por Mark Degli Antoni (teclado), Paul Frazier (baixo), Mauro Refosco (percurssão), Graham Hawthorne (bateria), três bailarinos e um coro composto por Kaissa, Redray Frazier e Jenni Muldaur.

david-byrne-02

Revelações no site oficial

«Everything that happens will happen today», editado em 2008, é o primeiro álbum que David Byrne e Brian Eno fazem em quase trinta anos, depois de «My life in the bush of gosts», de 1981.

No seu site oficial, Devid Byrne e Brian Eno explicam a génese deste novo álbum e dão conta das referências musicais que atravessam o disco.

Ambos trabalharam em melodias que Brian Eno acumulou ao longo dos anos, com David Byrne encarregue de fazer as letras e o músico inglês de as transformar em canções.

David Byrne explica que na base de alguns dos temas está a folk tradicional, a música country e o gospel, que o levaram a escrever textos mais positivos e esperançosos, que tocassem mais o coração.

«As músicas revelam elementos do nosso trabalho antigo – até aqui não há surpresas -, mas houve algo de novo que surgiu aqui», escreveu David Byrne, citado pela Lusa.

Brian Eno admite as influências do gospel, ainda mesmo no tempo em que colaborou com David Byrne e os Talking Heads, mas mais pelo acto de entrega do que de devoção que lhe está associado.

«Eu quero que a música seja convidativa, que aceite o leitor nela e penso que David respondeu com sensibilidade e habilidade», referiu Eno.

A par das canções de «Everything that happens will happen today», David Byrne incluiu no alinhamento desta digressão temas antigos que gravou com Brian Eno, nomeadamente do álbum «My life in the bush of gosts» e da colaboração entre ambos para três álbuns dos Talking Heads.

«Grown Backwards» é o último álbum a solo de David Byrne e data de 2004.

Fonte

Anúncios

About this entry